Facebook

CUT RR > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > "RAPADURA É DOCE, MAS NÃO É MOLE"

"Rapadura é doce, mas não é mole"

16/06/2014

Vilela explicou que "Rapadura é doce" é uma obra baseada num conto indígena, gravado no início da década de 90, quando ele pesquisava para escrever o livro "Os bravos de Oixi", que foi publicado pela

Escrito por: Betinho

José Vilela lança mais um livro:

"Rapadura é doce, mas não é mole"

 

O jornalista e escritor José Vilela, que é assessor de Imprensa do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Roraima (Sindsep-RR) há quase nove anos, acabou de lançar mais um livro: “Rapadura é doce, mas não é mole.” A referida obra infanto-juvenil foi publicada pela primeira vez em Mato Grosso, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, em 1999. Agora, 15 anos depois, a 2ª edição foi editada com recursos próprios para ser distribuída em Roraima.

Vilela explicou que "Rapadura é doce" é uma obra baseada num conto indígena, gravado no início da década de 90, quando ele pesquisava para escrever o livro "Os bravos de Oixi", que foi publicado pela Editora Vozes em 1994 e traduzido para o italiano em 1995. "É uma história muito engraçada, cheia de humor, que fala sobre os talentos e as limitações de cada ser humano", comentou.

O referido livro foi revisado e prefaciado pela professora Maria Lúcia da Silva Brito, do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Roraima (UFRR). No seu prefácio ela afirmou que a obra "é uma proposta de leitura prazerosa não somente para crianças, mas para todos despertarem a criança que há em cada um de nós."

Segundo o autor, o livro conta a história do Tamanduá-Bandeira e seus quatro genros. É uma literatura sadia e interessante para ser trabalhada com a criançada em sala de aula. Por sugestão da professora Maria Lúcia, que revisou a obra, ele acrescentou na segunda edição um glossário para enriquecer a leitura das crianças.

José Vilela tem 12 livros editados. No mês de outubro do ano passado ele publicou "O Guru da Floresta" em formato impresso e e-book, que está sendo vendido no mundo todo. Em fevereiro deste ano ele publicou "João Ferreira Mota sem fronteiras: biografia de um migrante que trocou o Maranhão por Roraima."

O escritor acrescentou que está disponível para participar de debates sobre seus livros, juntamente com os alunos, nas escolas que adotarem suas obras em rodas de leitura. Contato com o autor pode ser feito através do telefone 9119.6689 ou pelo e-mail: vilela2013@bol.com.br.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE RORAIMA
Avenida Mário Homem de Melo, 3873 | Buritis | CEP 69309-198 | Boa Vista | RR
Fone: (55 95) 3224.4282 | www.cut-rr.org.br | e-mail: cutrr@bol.com.br